Euglenas

Print
Hits: 1397

Ciência Cidadã como auxílio no estudo de presença e abundância de euglenas em praias do Litoral Paulista

As euglenas são organismos flagelados fotossintetizantes com cloroplastos. Alimentam-se de partículas sólidas ou pela absorção de compostos orgânicos. Portanto, destacam-se como excelente indicadoras de águas poluídas e/ou presença de matéria orgânica. Os objetivos do presente projeto são: (1) avaliar a distribuição e abundância de euglenas em praias do litoral paulista e utilizá-las como um indicador biológico para a análise da qualidade de praias com o auxílio de cientistas cidadãos e (2) desenvolver, aplicar e avaliar um protocolo de simples compreensão e de fácil utilização direcionado para jovens relacionado à coleta dos microfitobentos.

Para alcançar tais objetivos, pretende-se aplicar o protocolo junto a escolas em cinco munícipios do litoral paulista – Santos, São Vicente, Itanhaém, Praia Grande e Ilha Bela -, os quais apresentam maiores fluxos de população flutuante durante as temporadas de férias. O recrutamento será por meio de contato via e-mail e telefone e posteriormente os professores das escolas selecionadas passarão por um treinamento para que possam compreender o projeto em sua totalidade.

A obtenção dos dados pelos cientistas cidadãos será constituída de três etapas: (1) Aplicação de um questionário semiestruturado para análise do conhecimento prévio sobre ciência e sobre euglenas; (2) Execução do protocolo de coleta de dados em campo, em grupos de 3 a 5 alunos seguindo quatro passos: (a) delimitação da região de amostragem na praia de estudo, (b) coleta de três amostras de sedimento no local com o auxílio de uma seringa de 20 ml sem agulha, (c) transporte das amostras acondicionadas em um recipiente plástico ou de isopor até a escola. Para a observação das euglenas pelos alunos será construído um microscópio – artesanal – com uma seringa, uma caneta laser, uma parede branca e dois copos de mesmo tamanho e, (d) análise e discussão dos dados pelos alunos: verificação da presença e abundância de euglenas nas amostras coletadas e preenchimento das informações nos formulários de coleta em conjunto a um debate sobre o tema. As amostras obtidas em todos os munícipios serão fixadas pelos professores em formol diluído a 4% e enviadas para o Laboratório de Evolução e Diversidade I da UFABC e (3) Aplicação de um questionário pós-teste para análise do conhecimento adquirido com a experiência. As análises dos dados obtidos através dos questionários serão inicialmente validadas pelo coeficiente Alfa de Cronbach e, posteriormente, as respostas das questões fechadas serão quantitativamente comparadas entre os questionários pré e pós-teste, enquanto que as respostas das questões abertas serão qualitativamente comparadas. As questões abertas passarão, em seguida, por uma análise textual discursiva e, as questões fechadas serão analisadas por um teste T pareado de Student com o auxílio do Software STATISTICA 7.0. Os dados obtidos pelos alunos durante a amostragem serão reavaliados em microscópios ópticos na UFABC e, será calculado o Coeficiente de Correlação de Person entre os valores de abundância obtidos pelos cientistas cidadãos e os de controle obtidos pelo pesquisador responsável. As etapas do presente projeto terão duração de um ano – período de vigência de uma Iniciação à Pesquisa Científica.

Para acessar o material de apoio deste projeto, clique aqui.

Pesquisadora Responsável: 

Rebeca Venâncio 

Graduanda do Bacharelado em Ciência e Tecnologia da UFABC